Você está aqui

Disponível em:EnglishEspañolPortuguês

A CEPAL comemora 70 anos de contribuições para um desenvolvimento sustentável com igualdade

Essa comissão regional das Nações Unidas, fundada em 25 de fevereiro de 1948, conta atualmente com 46 Estados membros e 13 membros associados.

26 de fevereiro de 2018|Comunicado de imprensa

No dia 25 de fevereiro, a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) comemorou seu 70º aniversário de trabalho em prol de um desenvolvimento sustentável com igualdade para todos os povos da região.

"Este novo aniversário nos oferece, mais do que nunca, a oportunidade de revitalizar nossa missão e reafirmar nosso compromisso com os valores que sustentam nosso trabalho cotidiano. Este aniversário nos oferece repensar no ontem, concretizar o hoje e construir o amanhã", afirmou Alicia Bárcena, Secretária Executiva do organismo regional.

A CEPAL foi fundada em 25 de fevereiro de 1948 mediante a resolução 106 (VI) do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas. É uma das cinco comissões regionais das Nações Unidas e o único órgão intergovernamental da Secretaria das Nações Unidas na América Latina e Caribe. Estabelece uma ponte entre os níveis mundial e nacional em matéria de desenvolvimento.

Desde a sua fundação, a Comissão trabalha para contribuir ao desenvolvimento econômico da América Latina e do Caribe, coordenar as ações destinadas à sua promoção, reforçar as relações econômicas dos países entre si e com as outras nações do mundo e promover o desenvolvimento social.

Em seus 70 anos de trajetória, a CEPAL combinou pensamento, ação e apoio técnico aos países para avançar no desenvolvimento da região, refletindo sobre as oportunidades e limitações de cada um de seus períodos históricos. Formulou análises e propôs estratégias, políticas e instrumentos no processo de auge e declínio da industrialização substitutiva de importações, no período de grandes mudanças do modelo de desenvolvimento econômico e social derivadas da globalização produtiva e financeira e na presente década de incerteza sobre o futuro da globalização, aumento da desigualdade e crise ambiental global.

A CEPAL conta hoje com 46 Estados membros e 13 membros associados. Sua sede está em Santiago, Chile, e possui duas subsedes regionais: uma para o México e América Central, situada na Cidade do México, e outra para o Caribe de língua inglesa, situada em Port of Spain, Trinidad e Tobago. Além disso, conta com cinco escritórios nacionais (Brasília, Bogotá, Buenos Aires, Montevidéu e Washington, D.C.).

Desde 2008 é chefiada pela mexicana Alicia Bárcena, a primeira mulher a ocupar este cargo.

Na última década, a CEPAL propôs uma agenda que coloca a igualdade no centro do desenvolvimento sustentável e a mudança tecnológica como o motor para a transformação da matriz produtiva. Esta proposta veio amadurecendo desde 2010 até hoje, a partir de superar a concepção de equidade entendida como uma melhor distribuição da renda por uma lógica de igualdade de direitos nos planos econômico, social e político, em conformidade com a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e seus 17 objetivos, aprovada em 2015 pelas Nações Unidas.

Os 70 anos da CEPAL serão comemorados em 2018 com diferentes eventos a serem realizados tanto em Santiago como em Nova York e em toda a região.