Você está aqui

Disponível em:EnglishEspañolPortuguês

Os riscos financeiros da globalização

7 de maio de 2002|Comunicado de imprensa

Para a América Latina e o Caribe, a volatilidade dos fluxos de capital - característica da terceira fase de globalização - resultou em uma acentuada instabilidade no crescimento econômico. Um reflexo desta volatilidade vem sendo a grande freqüência de crises cambiais financeiras que têm atingido o mundo industrializado e os países em desenvolvimento nas últimas três décadas, o que ajudou a acentuar as assimetrias macroeconômicas e financeiras entre estes dois blocos.

Em seu Vigésimo nono período de sessões, a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) alerta seus governos membros sobre a importância do tema, e propõe uma série de medidas para enfrentar estes problemas, tanto no âmbito nacional como no internacional.

No documento Globalização e desenvolvimento, a CEPAL faz um diagnóstico geral, indicando que, juntamente com a volatilidade internacional, os problemas derivados de uma gestão macroeconômica procíclica generalizaram-se na região; a isto soma-se a ausência de uma institucionalidade financeira internacional apropriada que ajude a corrigir a instabilidade dos mercados e as enormes assimetrias que caracterizam o desenvolvimento financeiro e o comportamento econômico dos países industrializados e em desenvolvimento. Para corrigir essas assimetrias, a CEPAL considera fundamentais dois objetivos básicos: conseguir acesso a financiamento estável, e maior margem para a adoção de políticas anticíclicas.

Em sua Agenda Global, a CEPAL também ressalta a necessidade de:

  • Redução da instabilidade em sua origem;

  • Estabelecimento de uma supervisão macroeconômica preventiva;

  • Que o Fundo Monetário Internacional (FMI) atue como um quase credor de última instância;

  • Criação de esquemas multilaterais para problemas relacionados à solvência;

  • Fortalecimento dos bancos multilaterais de desenvolvimento; e

  • Obtenção de um consenso sobre o alcance da condicionalidade

Este tem sido um tema prioritário para a CEPAL nos últimos anos, foi discutido na Conferência Internacional sobre o Financiamento para o Desenvolvimento - realizada em Monterrey, México, no último mês de março - e diversos documentos de referência estão disponíveis em este enlace

Contato

Assinatura

Receba as novidades da CEPAL por e-mail

Assine